Deixe seu 2018 cheio de cor

Cores e texturas de 2018 são apostas da Aurorense Tintas, consolidada no mercado cearense de pinturas

Chegando o fim de ano, muita gente procura renovar as cores da casa, da empresa e até dos automóveis. Segundo o diretor administrativo da Aurorense Tintas, Tiago Fernandes, a busca pelos produtos de pinturas da loja aumenta cerca de 40% de setembro a dezembro. Querendo deixar os ambientes mais modernos e bem coloridos, clientes levam em conta as apostas de 2018 para cores e texturas.  

A cor da moda!
A grande tendência para o próximo ano é a Adorno Rupestre, eleita cor de 2018 pela Coral, marca multinacional de tintas.  A cor remete ao cinza rosado e está entre os tons terrosos. É aposta para o próximo ano tanto na decoração como na moda. Quanto à textura, o Grafiato ganhará destaque em 2018. Ele tem aspecto de ranhura e funciona como ponto de destaque no ambiente. “O Grafiato torna o local mais elegante e pode ser usado na área interna e externa da casa”, diz Tiago, que também é técnico em colorimetria.

Para sua casa!
Para o interior da casa, Tiago diz que a tendência será usar cores leves como o Papel Picado (semelhante a um cinza claro) e Branco Gelo. “São tons agradáveis e não cansam a vista, além de combinarem mais fácil com os móveis”. Em ambientes como o deck, a varanda e a cozinha, o conselho é usar cores vibrantes, como o laranja, amarelo e vermelho. “Torna o local mais alegre, ideal para receber a família”. 

Para o seu negócio!
Há sugestões também na hora de colorir empresas. Para estabelecimentos mais “despojados” como sorveterias e lojas de conveniência, são indicadas cores vibrantes para chamar atenção. Em escritórios (advocacia, contabilidade etc.), a orientação é pintar com tons pastéis, como o camurça e o marfim. “As cores precisam estar de acordo com o público, de forma a apresentar um ambiente menos cansativo para os clientes”, ensina Tiago. 

Nos carros!
No setor automobilístico, a tendência é usar tintas perolizadas e a técnica tricoat (tripla camada - base, tinta e verniz). “Até o preto e branco, que antigamente eram usados em tintas sólidas, hoje estão sendo perolizados”, diz Tiago. Enquanto isso, alguns importados vêm preferindo utilizar tintas metalizadas, sendo as principais cores o azul e vermelho.


 

 

 

 

 

Quanto custam pequenas reformas?

É possível fazer transformações em casa sem desembolsar muito

Na hora de reformar, pode-se pensar em áreas de lazer, em trocar o piso e nas cores da parede, seja aplicando um novo papel de parede, seja retocando o tradicional branco. Dezoito litros de tinta branca, por exemplo, pode variar de 50 a 250 reais, dependendo do tipo e da marca. ”É o suficiente para uma parede de 3m x 9m, dá para pintar e voltar. Duas demãos”, assegura Karina Mesquita, dona da loja de material de construção Depósito Pai & Filho.

Nas churrasqueiras tradicionais de alvenaria, são necessários tijolo refratário, cimento, ferro e areia grossa. Esse tijolo pode ser encontrado por 58 centavos a unidade. No entanto, outro tipo de modelo vêm crescendo no Brasil. “Muita gente está optando por aquela churrasqueira no bafo. É como se fosse naquele modelo americano, só que mais simples. Com a tampa fechada, os óleos que saem da queima do carvão ficam confinados. Com o calor enclausurado, a queima é quase completa. Ela vai desde 120 a 1000 reais”, explica o arquiteto Sérgio Veras.

Quanto aos pisos, um dos mais vendidos é o PEI5. “Ele é para ambiente interno, também para revestimento. Eles estão mais em conta, porque a fábrica é aqui no Ceará, em Maracanaú. Então, os depósitos vão buscar lá”, Karina. O preço varia de R,80 a R.

Formas criativas de usar madeira,vidro,espelho e alumínio

Dicas para se beneficiar das peculiaridades desses diferentes materiais

É possível dar outro visual tanto a ambientes internos quanto externos transbordando personalidade. Cada material traz seus traços específicos, que podem ser combinados entre si e explorados de acordo com o seu objetivo de reforma: a modernidade do vidro, a sofisticação do espelho, a praticidade do alumínio e a rusticidade da madeira.


Moderno: vidro
Uma das principais vantagens desse material é a transparência, que permite a passagem de luz. Além de trazer o ar de modernidade para o lar, as peças de vidro são de simples instalação. “Tem facilidade de uso, já que não é complexo de instalar. Na alvenaria, a parte técnica é mais exigente”, analisa o vendedor da Artvidro e decorações Hiroyuki Nunes. No entanto, ele pode ser utilizado de outras formas, como em degraus e corrimão de escadas, numeração da casa, prateleiras e cortinas de vidro.

Sofisticado: espelho
Os espelhos não são somente para escovar os dentes no banheiro. Eles se adaptam a praticamente qualquer tipo de ambiente e podem ser uma peça-chave para locais escuros ou pequenos, visto que eles aumentam a claridade e podem passar a sensação de a área ser maior do que realmente é. Assim, eles são úteis e agregam esteticamente em diferentes cômodos. “Podemos ter móveis revestidos em espelho, geralmente, na sala. Também em mesas e em guarda roupa”, completa Nunes.

Prático: alumínio
É um material versátil e tem boa fama por ser resistente se empregado corretamente. “Tem a praticidade de mão de obra mínima. Não tem corrosão, não fica mareado, você pode ficar na beira da praia”, assegura José Ribamar Frota, sócio da empresa Alumart. Também se tornou parte da decoração em casos de tubulação elétrica aparente, ou seja, quando os fios ficam na superfície e não incorporados à parede.

Rústico: madeira
A madeira é um elemento atemporal. É um material tradicional, que traz aconchego para o ambiente. Ela pode cumprir o papel de estruturação, revestimento de paredes, pisos interiores,  decks. No entanto, não se aplica mais apenas madeira natural. “Na parte de interiores, as novas madeiras sintéticas vêm sendo utilizadas para fazer móveis”, enfatiza o arquiteto Felipe Costa.

 

 

 

 

Porque agora é a melhor hora para reformar?

Desde a fachada à sala de estar, as modificações podem dar uma repaginada na casa

Para muitos, nunca parece ser a hora ideal para se fazer uma reforma na casa. Mas nem todas precisam demandar tanto esforço ou dinheiro. Pequenas modificações podem transformar o ambiente, trazendo a sensação de novidade e de conforto que se busca para o lar.

Modernizar o seu imóvel
É possível dar uma aparência atual a uma casa mais antiga com o toque de alguns detalhes. “Os mais modernos costumam usar materiais mais novos, colocam vidro. Uma tendência que eu estou observando são grandes janelas, dando iluminação e ventilação para casa. Principalmente em condomínio, onde se tem um pouco mais de segurança, os clientes procuram essa permeabilidade visual”, afirma o arquiteto Sérgio Veras.

Também poder vender
Apesar de ser um momento melhor para quem quer comprar, os índices já apontam para uma retomada dos negócios da área e uma pequena reforma já valoriza o imóvel. “O mercado imobiliário está se recuperando, isso a gente está sentindo nos resultados da quantidade de vendas”, aponta o diretor Arthur Castro da Arthur Castro Imóveis.

Ter o conforto de se estar em casa
Preparar um quarto de brinquedos, montar um home theater, construir uma churrasqueira podem ser diversões na sua própria residência. “O cliente pode desejar uma bancada para fazer uma cozinha gourmet para ficar apresentável, fazer eventos e cozinhar para os convidados”, completa Veras.

Deixar de acordo com os seus gostos
Para o arquiteto Veras, ter uma casa de acordo com as preferências do morador é a realização de um sonho para muita gente. “Quando tem modificação de fachada, geralmente, é quando a pessoa pega o imóvel de outra e quer mudar tudo. Pode mudar o portão, a posição do portão e os revestimentos externos”, sugere o arquiteto.
 

 

 

 

 

Capa Flip

Reformar & Contrução

Acesse a versão impressa.

Quer Anunciar?

Anunciar pelo site ANUNCIAR

ou

Por telefone 85 3254.1010